Scroll to top
  • Tel.: (11) 3864.7023 / 3938.2611

HADES – CLIPP em Notícias 01

Editorial #0
hades_02
EDITORIAL #0 | 01 de Junho de 2020 – www.clipp.org.br

Maria Bernadette Soares de Sant’Ana Pitteri
Hades, o mais temido dos antigos deuses gregos por reinar sobre os mortos, é também deus das riquezas, possuidor que é dos metais preciosos do planeta, pois mora no interior da Terra e não no Monte Olimpo. Tornou-se o governante do mundo inferior ao lado dos irmãos, Poseidon, deus dos mares e rios, e Zeus, deus dos céus e do mundo superior, responsável por destronar o pai, Cronos. Hades apaixona-se por Perséfone e a leva para seu mundo, mas esta é uma outra história. A referência de Virgílio trazida por Freud, no início da Interpretação dos Sonhos, se anunciava como uma abertura infernal, diz Lacan no Seminário 11, o que remete à psicanálise e à descoberta do inconsciente.
Hades #0 nasce para dar voz ao que de precioso é produzido na CLIPP e na Escola de Lacan. Neste número, Leny Mrech demonstra sua preocupação com o ensino da psicanálise, Carmen Cervelatti, ainda na temática do ensino, propõe um trabalho que privilegia a transmissão matêmica de Lacan. Seguindo a ideia de divulgar o que vem acontecendo na Escola de Lacan pelo mundo, convidamos Anaële Lebovitz-Quenehen, psicanalista da ECF, a responder três questões sobre a verdade mentirosa. Maria Helena Barbosa apresenta “Atualidades Psicanalíticas”, trazendo Thomas Svolos que disserta sobre o “Coronavírus e o Furo no Grande Outro”, traduzido por Wilson Braga Jr.
Que Hades nos seja propício!

ENTREVISTA

Entrevista: Anaële Lebovits-Quenehen – Verdade e pós verdade

CLIPP

1. Sabendo que a verdade mente porque ela pertence ao registro do simbólico e seu caráter mentiroso é o preço que ela paga por não pertencer ao registro do real, há alguma maneira de a verdade não mentir?
Resposta: esta pergunta me agrada, pois eu posso respondê-la por um radical: Não. Não há nenhuma maneira de a verdade não mentir pelo menos que seja do meu conhecimento. Mas a verdade mentirosa é suscetível de mentir de modo mais ou menos justo, de forma melhor ou pior, mais ou menos verdadeiramente (…)

Leia Mais

ENSINO

ENSINO DA PSICANÁLISE – Um estudo de Texto

Leny Magalhães Mrech

Eric Laurent em Como se ensina a Clínica? aborda questões relativas ao ensinar e parte de que o psicanalista não tem como vocação o ensinar, sua formação não está centrada no ensino, mas em praticar a psicanálise. Com isso, ele faz um contraponto com a Universidade, constituída para dar lugar ao ensino e que, no entanto, apresentou um fracasso identificado no período de 1966 e 1969. Laurent destaca que nenhuma outra orientação, dentro da psicanálise, colocou tanto destaque no ensino como a orientação lacaniana.

Leia Mais

PESQUISA

Ressonâncias do ensino de Lacan – LACAN, qqueisso?

Carmen Silvia Cervelatti

Um dia, em meio a colegas da CLIPP, surgiu o desejo de promover uma atividade de ensino que se dedicasse aos aforismos, esquemas, grafos, sonhos e casos clínicos trabalhados por Lacan no decorrer de seu ensino.
Principalmente evoco aqui os matemas – capazes de transmitir a psicanálise integralmente, como quis Lacan ao localizar neles a vocação da psicanálise –, uma transmissão mediante a escrita, que convoca, induz produção: na psicanálise sempre é necessário colocar algo de si.

Leia Mais

ATUALIDADES PSICANALÍTICAS

Maria Helena Barbosa

“Atualidades psicanalíticas” traz contribuições de colegas do Campo Freudiano que refletem questões candentes da contemporaneidade. São contribuições que buscam “alcançar, em seu horizonte, a subjetividade de sua época” (Lacan).
Atualmente, diante do real da pandemia, muito material tem sido produzido, mundialmente. Traremos textos, a partir deste número, sobre os efeitos deste real na subjetividade e nos rumos da psicanálise no mundo. Neste número Thomas Svolos pondera sobre os efeitos, na subjetividade, do impacto inicial frente a pandemia, de um vírus desconhecido na comunidade científica.

Coronavírus e o Furo no Grande Outro

por Thomas Svolos

Essa pandemia nos atingiu e, ao contrário de epidemias e pandemias anteriores, nós – cientistas, médicos, público em geral – não sabemos muito sobre ela. O agente infeccioso é novo, novo para a ciência, além de ser uma nova infecção em humanos.
Obviamente, os cientistas estão agindo rápido para aprender sobre o organismo, e os especialistas em doenças infecciosas estão agindo rápido para aprender como tratá-lo, e autoridades em saúde pública estão tentando desenvolver meios de prevenir ou minimizar a propagação do organismo, mas dito tudo isso – no momento, simplesmente não sabemos muita coisa.

Leia Mais
bol_hades_img_logo
Boletim Eletrônico da CLIPP – Clinica Lacaniana de Atendimento e Pesquisas em Psicanálise Edição #0 – Março de 2020

Editora: Paula Christina Verlangieri Caio de Carvalho.
Coordenação: Maria Bernadette Soares De Sant’Ana Pitteri.
Revisora: Daniela de Camargo Barros Affonso
Comissão Científica: Marcia Barbeito, Rodrigo Camargo, Luciana Carvalho Rabelo,
Maria Cristina Merlin Felizola e Paula C. V. Caio de Carvalho.
Diretoria da CLIPP: Maria Bernadette Soares de Sant’Ana Pitteri (Diretora Geral);
Leny Mrech (Diretora de ensino); Rosângela Castro Turim (Diretora secretária/tesoureira);
Maria Helena Barbosa (Diretora de divulgação).

Siga nossas redes sociais: